Descobri a diabetes e agora!?


3 de julho de 2019
às 22:00

A magreza passou do ponto. A sede era de quem estava perdido no deserto do Saara. A vontade de fazer xixi era como se eu nem tivesse feito há meia hora. E ali, no exame de sangue, uma glicose de quase 400 confirmava: eu era diabética. E agora? Como lidar quando você só tem 10 anos e toda a sua vida precisa mudar rápido e para já? Vem comigo que eu explico.

O primeiro passo é ir ao médico. Por sorte ou destino, tenho uma amiga/ prima que é diabética há muitos anos e a médica dela me atendeu com urgência. É difícil manter a calma quando se está sendo diagnosticada com uma doença, mas você vê logo que a sua vida continua. E, sinceramente? De um jeito bem melhor e mais saudável. Eu tive um apoio muito grande da minha família, o que tornou tudo isso ainda menos complicado.

Com o passar dos dias, mudaram-se todos os meus hábitos. O Toddynho que eu tomava sempre foi sendo tirado. O biscoito de chocolate, só podia comer quando tinha hipoglicemia. A minha alimentação foi adaptada para comer menos carboidratos, tornando-se mais saudável e balanceada.

No início, eu achava que minha mãe não gostava de mim. Como ela poderia me furar tantas vezes ao dia, aplicando uma injeção de insulina que eu tinha pavor e ainda dizer que tudo isso era para o meu bem? Hoje, a gente ri. Na hora, foi de chorar, rs. Eu tinha medo e vergonha de aplicar a injeção na rua, já que toda vez eu chorava. Quando viajava, entrava em provadores de loja para fazer a aplicação. Só quem passa por isso conhece esse sufoco! 😓

Com 2 anos de diabetes, eu me apliquei sozinha na barriga pela primeira vez. A mão tremia mais do que as pernas, mas ali eu me senti totalmente independente. Para quem achava que ia morrer com cada agulhada, eu já ficava ansiosa pela próxima vez e me descobria cada vez mais autoconfiante. Afinal, cada momento é uma vitória para a gente e é claro que tudo ao seu tempo.

Ao longo dos anos, o manejo da diabetes evoluiu de uma maneira muito boa para os diabéticos. Tudo agora tem como ser sem açúcar, o que não me impede de comer nada. Mesmo assim, ainda é preciso tomar cuidado e conversar com um médico ou nutricionista, pois infelizmente até mesmo os produtos sem açúcar contém carboidratos que não deixam de ser açúcares.

Além disso, inovações tecnológicas vem facilitando a nossa vida, seja com bombas de insulina ou com sensores que evitam que a gente precise furar o dedo toda hora, amenizando a nossa dor. Confesso que ainda hoje o que mais me dói é furar o dedo, mas com o uso do sensor, minha vida melhorou e muito. Para quem não sabe, esse sensor fica acoplado na pele, sendo um disco branco nada discreto em que você passa um aparelho e ele te mostra quanto está a sua glicose. Os meus são todos personalizados com adesivos.

Confesso a vocês que, para mim, a diabetes deixou de ser uma doença e passou a ser um estilo de vida e assim posso dizer que a vida tornou-se mais doce.

Meu aparelho medidor de glicose.

Este post não é um publieditorial e não contém links para afiliados.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!

Existe sim amor em São Paulo


30 de junho de 2019
às 20:00

Criolo diz em uma de suas músicas que não existe amor em São Paulo. Mas, como é possível não existir amor em uma cidade tão adorável quanto São Paulo? As pessoas são educadas, as ruas são bonitas e limpas, o clima então é uma delícia… Por isso, acho que a cidade é perfeita para o amor prosperar e Criolo se equivocou.

Para quem mora no Rio de Janeiro e ainda não conhece São Paulo, existem muitos motivos para conhecer a Nova Iorque do Brasil. Além de ser tão perto do Rio que em 45 minutos de avião você já está lá, se preferir ir de ônibus ou de carro, apenas 6 horinhas separam uma cidade da outra.

Para as fashionistas…

Manuela Brasão veste blusa preta, legging preta e óculos de sol sentada em um banco de madeira no shopping Cidade Jardim em São Paulo.
Shopping Cidade Jardim

Além disso, para quem curte visitar lugares sofisticados, os shoppings de luxo da cidade, como JK, Cidade Jardim e Iguatemi, são ótimos. Neles é possível encontrar lojas das marcas Hermès, Prada, Dior, Chanel, Carolina Herrera, entre tantas outras maisons que são referência no universo fashion. E já que olhar vitrine bonita não faz mal a ninguém, não custa nada conferir as tendências para se inspirar e montar aquele look sofisticado.

Para as musas fit…

Manuela Brasão veste casaco esportivo rosa, legging cinza e tênis de corrida azul no Parque Ibirapuera em São Paulo.
Parque Ibirapuera

Agora para quem não dispensa um bom passeio ao ar livre, é essencial visitar o famoso Parque Ibirapuera, considerado a praia do paulistano. Tanto em dias de frio como de calor, o parque fica cheio de crianças e adultos praticando exercícios físicos, andando de bicicleta e passeando com seus cachorros. Lembra bastante o Central Park de Nova Iorque. Também é super agradável e gostoso para passear durante o dia ou quem sabe para apreciar um belo pôr-do-sol.

Há também o Parque Villa Lobos, tão bonito e agradável quanto o “Ibira“, porém um pouco mais distante.

Aos domingos, é legal ir à Avenida Paulista. Ela fica fechada e há artistas de rua com suas bandas, aulas de dança e artesanatos. Até dá para andar de bike sem se preocupar com os carros.

Além disso, há também a rua Oscar Freire, uma rua super bonita, muito agradável para passear e onde você encontra algumas das lojas e restaurantes mais sofisticados da cidade.

Para as food lovers

Na hora de tomar um bom café da manhã, uma ótima escolha é a Frutaria, um lugar super gostoso, aconchegante, com café saudável e cardápio variado que inclui sucos naturais, vitaminas, smoothies e milkshakes. Vale a pena conferir uma das duas unidades na Vila Conceição ou na rua Oscar Freire.

Uma dica de restaurante super legal para a hora do almoço é o Bistrot Parigi, que fica na cobertura do shopping Cidade Jardim. É possível optar por ficar na área interna ou externa e ainda curtir uma vista privilegiada da cidade.

Para quem procura uma opção mais diversificada, há o Mercado Municipal. Nele, o Bar do Mané é um dos mais conhecidos pelo tão famoso pão de mortadela. Essa refeição rápida deixa você satisfeito pelo resto do dia porque vem com quase 200 gramas de mortadela em um pão também recheado com queijo. Para quem gosta de mortadela, é imperdível!

Manuela Brasão veste blusa ombro a ombro listrada, calça jeans pantacourt e salta alto preto no hotel Tivoli.
Hotel Tivoli

Para as party girls

Como a vida noturna de São Paulo é mais agitada que a do Rio, há mais opções para quem não se contenta em sentar no sofá de casa e assistir Netflix numa sexta à noite. É uma boa ir para os bares na Vila Madalena, como o High Line, que logo na entrada tem um mural na parede com os Beatles. É necessário fazer reserva, mas se você chegar cedo, conseguirá pegar uma mesa sem espera. Depois de um determinado horário, abre uma boate dentro do próprio bar. Os drinks são bem produzidos e gostosos.

Para os mais “sossegados“, há o restaurante Seen que fica no topo do hotel Tivoli. Nele há um bar no meio do restaurante e cadeiras altas para você tomar um drink ou até mesmo petiscar enquanto espera. Aproveite pra curtir uma vista linda e boa música com DJ. Infelizmente não aceita reservas. Por isso, é preciso chegar cedo ou enfrentar uma fila de aproximadamente 3 horas para entrar.

I <3 São Paulo

Como em todas as cidades, existem várias maneiras de ver São Paulo. E como já dizia Alicia Keys: “selva de concreto, onde são feitos os sonhos“. Serve tanto para Nova York, como para São Paulo. Fica a dica!

Este post não é um publieditorial e não contém links para afiliados.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!

3 utilidades do óleo de coco


26 de junho de 2019
às 12:00

Hoje trago uma super dica de um produto multiuso que é ótimo para cuidar da saúde e da beleza sem gastar muito, o óleo de coco. Ele é tão baratinho que o pote com 200ml custa na faixa de R$20 a R$30 e ele pode ser encontrado facilmente em supermercados, lojas de produtos naturais e aqui também.

Além disso, o óleo de coco é:

  1. Poderoso hidratante natural.
  2. Antioxidante eficaz rico em vitamina E.
  3. Antifúngico.
  4. Antibacteriano.

Se você achava que o óleo de argan, também conhecido como ouro do MarrocosInshalá, muito ouro! — era o melhor dos mundos, então experimente substituí-lo pelo óleo de coco na sua rotina de beleza diária e economize horrores! 💫

Quer saber como utilizar este óleo extraordinário na sua rotina de beleza? Nesse caso, não deixe de conferir as dicas abaixo!

Hidratante Corporal

Reprodução: Jamie Grill/Getty Images

Para hidratar a pele do corpo, aplique o óleo de coco puro ou, caso a textura não lhe agrade, misture partes iguais do óleo de coco com seu hidratante corporal habitual. Essa misturinha irá potencializar — e muito! — o efeito hidratante do seu creme corporal. Dessa forma, sua pele ficará macia e livre de rachaduras por muito mais tempo. Aconselho também adicionar algumas gotas de óleo essencial de alecrim à misturinha para desfrutar de um aroma super relaxante. O óleo de alecrim é um ótimo aliado quando estamos cansadas, já que auxilia a concentração e nos deixa mais atentas.

Esfoliante Labial

Sabe o seu batom matte? Adivinha o que você também pode usar para hidratar os lábios antes de aplicá-lo sem ser lip balm? Adivinhou? Isso mesmo! Óleo de coco!

Antes de dormir, separe um pouco de açúcar refinado — aquele que você tem na sua cozinha mesmo —, misture-o com um pouco de óleo de coco em um recipiente e espalhe essa misturinha nos lábios em movimentos circulares, realizando uma leve esfoliação. Em seguida enxágue-os, seque-os, aplique o óleo de coco e vá descansar.

Ao acordar perceberá que o óleo foi totalmente absorvido, deixando sua pele profundamente hidratada, sem descamação e pronta para ficar linda sob o seu batom matte preferido.

Máscara Capilar

Reprodução: Vogue Brasil

Quer ter cabelos de sereia com fios longos e ondas naturais? Então, faça como a Yasmin Brunet. A modelo, dona de um cabelo com quase um metro de comprimento, é adepta da duplinha dinâmica óleo de coco e de alecrim para ajudar o cabelo a crescer com vida e força.

Segundo o site Bolsa de Mulher, ela aconselha:

  1. Adicionar ao óleo de coco algumas gotas de óleo de alecrim (ajuda o cabelo a crescer com vida e força) ou lavanda (relaxa e acalma).
  2. Passar o produto aos poucos no cabelo seco, pois assim os fios absorvem mais o produto.
  3. Deixar no cabelo por ao menos duas horas.
  4. Lavar o cabelo normalmente.
  5. Usar xampu duas vezes e em seguida o creme condicionador se sentir que há necessidade.

O óleo de coco é realmente incrível e tem um ótimo custo-benefício, mas quero saber se você já usou. Me conta tuuudo e até o próximo post!

Este post não é um publieditorial. No entanto, contém links para afiliados, ou seja, se você finalizar uma compra através de um deles, nós ganharemos uma pequena comissão para arcar com os custos de domínio, hospedagem e manutenção do blog.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Daniela
Estudante de Ciência da Computação, web designer, maquiadora profissional e editora de beleza do SG.

Esses posts têm tudo a ver!