Passando o Carnaval em Natal


25 de junho de 2019
às 00:35

Em 2017 estive em Natal para passar o Carnaval e posso dizer que a cidade é super animada nessa época, com shows todos os dias, ruas lotadas e uma energia incrível.

Fiquei 5 dias por lá e achei o suficiente para aproveitar bastante. É claro que bateu aquela saudade de casa, mas quando a viagem é boa, dá até para deixar isso de lado.

Hotel Manary

Fiquei hospedada no hotel Manary, que faz parte dos roteiros de charme na praia de Ponta Negra, uma das mais famosas da região.

Manuela Brasão deitada na varanda do hotel Manary.
Relaxando no hotel Manary em frente à praia de Ponta Negra.
Manuela Brasão posando para foto na varanda do hotel Manary em frente à praia de Ponta Negra.
Posando para foto no hotel Manary em frente à praia de Ponta Negra.
Manuela Brasão posa em frente a um portão do hotel Manary.
Posando para foto em frente a um portão do hotel Manary.

Aqui conheci um dos melhores restaurantes da cidade, o Manary Gastronomia & Arte. A comida foi inesquecível de tão saborosa! 😍

Prato com torradinhas cobertas com queijo manteiga, banana da terra e geléia suave de pimenta.
Mini Bruschettas do restaurante Manary Gastronomia & Arte.

Além disso, a praia de Ponta Negra tem um morro muito conhecido, o Morro do Careca, que é um verdadeiro cartão postal da cidade. Vale a pena conferir!

Passeio de Buggy

Como em qualquer lugar do Nordeste, o passeio de buggy é garantido. Eu confesso que tenho pavor a esportes radicais e com muita emoção, mas no embalo acabei indo. Esse passeio vai até Genipabu onde tem banho de lagoa e a água é praticamente uma piscina, só não é das mais limpas.

Manuela Brasão nas dunas móveis de Natal.
Curtindo as dunas móveis de Natal.

Em seguida teve passeio nas dunas móveis, a parte mais tensa para mim porque é totalmente sem segurança por mais que os guias “saibam” o que estão fazendo. As três pessoas que vão em cima do buggy atrás têm somente um ferro para segurar! 🙈

Ainda nesse passeio, tem o esquibunda que eu não quis fazer, mas que a galera adora e desce de um morro super alto numa prancha, caindo numa espécie de lago.

A praia de Pipa estava com a maré super baixa na época que eu fui, então não fiquei muito tempo e acabei indo direto para a praia do amor. Também com a maré bem baixa, dava para ficar sentada no mar. Achei incrível e a água era uma delícia!

Placa com escrito:
Placa fofa na praia do amor.

Uma comida muito típica de lá é a lagosta. Que delícia de carne! E eles fazem de tudo com ela, até churrasquinho.

Parrachos

Manuela Brasão e Ivana Brasão nos parrachos em Natal.
Com a minha mãe no passeio dos parrachos.

Fizemos também um passeio aos parrachos que são piscinas naturais em alto mar. Dá pra acreditar? A riqueza de corais é extrema e é altamente recomendável não pisar em nenhum para não se cortar. Sim, dá para ficar em pé em alto mar e em águas cristalinas!

Por fim fomos no melhor restaurante de Natal na minha opinião, o Camarões Restaurante, mas esse é só para quem aprecia a culinária de frutos do mar com destaque para o camarão.

Enfim adorei essa viagem e com certeza repetiria a dose!

Então, gostaram? Me contem nos comentários o que acharam e nos vemos no próximo post! 😘

Este post não é um publieditorial e não contém links para afiliados.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!