Resenha: 32 – Um homem para cada ano que passei com você


7 de outubro de 2019
às 17:37

 
Fonte: Saraiva
  • Título: 32 – Um homem para cada ano que passei com você
  • Lançamento: 17/09/2015
  • Número de páginas: 216

Ao ler o livro 32 – Um homem para cada ano que passei com você de Isabel Dias, tive uma sensação de déjà vu porque a história se parecia muito com a de um casal que conheço bem. No caso, agora ex-casal. 😓

Na história, a autora tinha 32 anos de casada, 3 filhos, 50 e alguns anos de idade que ela não divulga, era administradora, tinha uma vida estável e um casamento tranquilo até então, ou seja, tudo como manda o figurino. Isso até descobrir as traições do marido que aconteceram uma atrás da outra, sem pena, nem remorso.

No livro, a autora tem um único propósito: conhecer 32 homens, um para cada ano que ela passou casada. Essa decisão traz uma grande mudança na sua vida. Aliás, não só na dela, como na dos filhos também. Mas, ao invés de largar tudo e sofrer, ela resolveu passar por cima e recuperar o tal tempo perdido. Não por vingança, até porque ela não tinha como se vingar das traições, mas por vontade de viver algo novo. E no meio desse longo caminho percorrido, ela nos mostra diversos aprendizados e suas experiências, cada uma melhor que a outra. Vale a pena conferir! 😉

Como o livro foi descontinuado, aconselho procurá-lo em sebos. No centro da cidade tem uns ótimos, como a Academia do Saber na Avenida Passos, 23/25, e em Ipanema acaba de abrir um novo, o Sebo Lima Barreto na Rua Visconde de Pirajá, 595. 😉

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!

Resenha: Sem Fôlego


26 de setembro de 2019
às 19:00

 
Fonte: Amazon
  • Título: Sem Fôlego
  • Título original: Breathe
  • Lançamento: 08/01/2018
  • Número de páginas: 272
  • Preço: R$ 34.90

Sem Fôlego foi um livro que não me chamou a atenção logo de cara. E como eu tenho o costume de comprar mais livros do que tenho tempo para ler, até já tinha me esquecido dele.

Mesmo assim, um dia resolvi dar uma chance e fui lendo para ver no que ia dar, embora só de olhar a capa já dê para perceber que se trata de mais um desses romances adolescentes bem bonitinhos.

Pois bem vamos lá, Sadie é uma adolescente de 17 anos que se muda com a mãe, que está grávida de um cara qualquer, para uma cidade litorânea. Entretanto, seu emprego não é como os empregos das outras adolescentes da sua idade que trabalham na praia. Com a mãe grávida e que se recusa a trabalhar, a menina acaba tendo que assumir seu lugar como empregada doméstica numa mansão na ilha vizinha.

Quando ela conhece um dos donos da casa, vê que não é nada mais nada menos que Jax Stone, um dos roqueiros mais desejados pelo público teen. Contudo, Sadie não se impressiona em nada com ele por conta da sua criação simples de não se meter muito na vida dos outros e se limitar aos seus afazeres domésticos. Na verdade, é Jax que se encanta por ela.

Conforme o verão vai passando, o desejo de ambos vai aumentando. Mas os diferentes estilos de vida podem se tornar um empecilho muito grande para a convivência dos dois. Será que isso irá atrapalhar esse romance tão inesperado?

Ficou curioso? Dê uma lida nesse trecho do livro aqui e veja se é a sua praia. Eu super recomendo! Então nos vemos na próxima resenha e até logo! 👋

Este post não é um publieditorial. No entanto, contém links para afiliados, ou seja, se você finalizar uma compra através de um deles, nós ganharemos uma pequena comissão para arcar com os custos de domínio, hospedagem e manutenção do blog.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!

Resenha: Depois Daquela Montanha


17 de setembro de 2019
às 10:34

 
Fonte: Amazon
  • Título: Depois Daquela Montanha
  • Título original: The Mountain Between Us
  • Lançamento: 10/10/2016
  • Número de páginas: 304
  • Preço: R$ 35.92

Uma jornalista precisando voltar para casa porque vai se casar no dia seguinte. Um cirurgião dos melhores com cirurgias marcadas, também precisando voltar para casa urgentemente. Uma grande tempestade de neve que fecha o aeroporto e faz com que o caminho dos dois se cruze. Será que fretar um jatinho com esse clima seria a melhor opção?

Depois Daquela Montanha é um livro de Charles Martin que foi publicado há 3 anos atrás e só estou lendo agora. Acabei não assistindo ao filme, mas ainda tenho vontade. Quem sabe um dia que tiver uma folguinha? Será que tem no Netflix? Tomara que sim! 🙏 Se souberem, me contem nos comentários por favor. 😁

Voltando à história, Ben é um médico muito renomado que viajou para um congresso e estava no aeroporto, voltando para casa. Por conta do mau tempo, seu vôo foi cancelado mas ele não podia continuar ali porque seus pacientes e sua família estavam esperando por ele. Ashley é uma jornalista e senta-se perto dele. Ainda mais ansiosa para retornar para casa por conta de seu casamento, no dia seguinte. Por algum motivo, os dois começam a conversar e ela aceita, sem hesitar, a ideia louca de Ben.

Eles conseguem fretar o avião de um senhor muito simpático acompanhado de seu cachorrinho. Bem treinado e acostumado com o mau tempo, o piloto vai bem até que o principal problema é o coração e ele morre de ataque cardíaco! 💔 Mesmo assim, consegue pousar o avião em uma montanha fazendo com que o estrago seja um pouco menor do que se deixasse o avião cair, matando todos. Ben, Ashley e o cachorrinho sobrevivem, mas ficam incomunicáveis.

Com muita vontade de viver e tirá-los de lá, Ben enfrentará o impossível para que consigam sair dali. Além disso, como médico, precisará cuidar de Ashley que está muito machucada e do cachorrinho, apelidado de Napoleão. Os dois então irão buscar uma solução para que consigam sair vivos dali, usando todas as ferramentas possíveis para lidar com a tragédia, até improvisando um meio de transporte com os restos do avião.

Minha opinião

Eu confesso que amei tanto esse livro que o indicaria para todo mundo que conheço, além de destacar vários trechos e colocar no Instagram. A história começa completamente despretensiosa, com duas pessoas que nunca se viram antes, com o mesmo objetivo de voltar para casa. Ambos com personalidades completamente diferentes.

Quando acontece o acidente é que a história se transforma. Daí em diante é um pouco de romance, um pouco de tensão sem saber se irão sair dali com vida e um pouco de angústia na torcida para que consigam.

Para um médico, é legal ver como Ben acha as melhores opções para tratar os ferimentos de Ashley. Com bom senso de humor, ela o faz se abrir e falar um pouco sobre sua vida pessoal, se mostrando uma amiga muito legal que faz piadas quando a dor não está das maiores e ri dos problemas de ambos. Esse livro mostra que mesmo com uma tragédia é possível lidar bem com a dor, seja ela física, emocional ou ambas.

Se interessaram? Então leiam o primeiro capítulo aqui e me digam depois se gostaram nos comentários. Beijos e até a próxima!

Este post não é um publieditorial. No entanto, contém links para afiliados, ou seja, se você finalizar uma compra através de um deles, nós ganharemos uma pequena comissão para arcar com os custos de domínio, hospedagem e manutenção do blog.

Atenciosamente,
Equipe do SG

Postado por Manuela
Estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, música, cinema e viagens e editora de Entretenimento do SG.

Esses posts têm tudo a ver!